O que é o GECE?

Os GECEs são pequenos grupos de profissionais (máximo 15 participantes por grupo) que já amadureceram para a força do coletivo e entenderam o conceito “juntos somos mais fortes”, estando todos interessados e comprometidos em se ajudar mutuamente no desenvolvimento profissional e na visão empresarial da atividade em consultório/clínica.

O GECE - Grupo de Estudos Consultório-Empresa faz parte do MOVIMENTO CONSULTÓRIO-EMPRESA, que tem por objetivo ampliar a visão empreendedora das classes de saúde, como meio essencial para darmos a volta por cima neste quadro mercadológico complicado que estamos vivenciando. Isso se dá por meio da TRÍADE: Capacitação, Informação e Apoio Mútuo.

 

É isso que defendemos!

O GECE é um grupo de pessoas que aprende junto e se ajuda nesta caminhada.

O que o GECE não é?

O GECE não é um curso. Você não terá aulas! Tampouco há uma “conclusão de curso” pois, como dissemos acima, é um ciclo contínuo de reflexão, aprendizado e ajuda mútua.

Vamos deixar claro: o GECE não é um curso... mas um grupo de pessoas interessadas em aprender e estudar mais sobre gestão e negócios, dispostas a farem isso de modo sério, a ponto de se comprometerem umas com as outras e a se ajudarem mutuamente ao longo da jornada de desenvolvimento!

Como funciona?

Os GECEs têm encontros mensais (geralmente presenciais, mas eventualmente estes encontros podem ser online, por opção do grupo) para aprofundar o conteúdo dos áudios (podcast Consultório-Empresa®) e/ou de outros materiais complementares (em áudio, vídeo e/ou texto), que criamos especialmente para estes encontros.

Os encontros mensais geralmente têm duração de 3 a 4 horas (horário definido pelo próprio grupo) e são conduzidos por um Facilitador, que é um membro do próprio grupo, porém com material com orientações de condução fornecido por nós, e que recebe um treinamento básico de condução de grupos.

Quando presenciais, as reuniões acontecem nas próprias clínicas dos participantes, em formato de rodízio, ou seja, uma semana na clínica do Dr. João, na outra semana na clínica da Dra. Maria e assim por diante, sempre alternando o anfitrião de cada encontro. Isso é muito importante para o networking e para a equidade do grupo.

Os participantes recebem material de apoio em pdf, para ajudar no processamento das informações e temas das reuniões.

Além das reuniões oficiais mensais, os grupos discutem via whatsapp (ou similar) sobre aplicação prática de cada novo episódio de podcast, conforme vai sendo publicado. Estas discussões são livres, propostas pelos próprios membros do grupo, conduzidas pelo Facilitador.

De tempos em tempos, também são realizados webnarios exclusivos com o Prof. Plínio Tomaz ou algum professor convidado, onde todos os membros efetivos do GECE são convidados a participar. Os dias e horários são avisados com antecedência. Embora estes webnários ao vivo não sejam de participação obrigatória, recomendamos que se esforce ao máximo para estar presente.

Ah, importante: cada reunião oficial mensal tem sempre um compromisso ou tarefa para a próxima reunião, onde um se compromete com o outro a sua realização.

Importante: cada membro deverá prestar contas a seu grupo daquilo que está efetivamente colocando em prática com o que está aprendendo nas reuniões com o conteúdo discutido.

O que é um Facilitador?

É um membro do próprio grupo, que lidera e coordena as reuniões, mediante orientação e treinamento prévio realizado pela Tomaz.

O facilitador/líder do grupo recebe material de apoio especial, com orientações para a condução daquela reunião em particular, lista de perguntas que devem ser feitas aos participantes (referentes ao tema do mês) que, como dissemos, poderão ser baseado nos episódios do podcast Consultório-Empresa, assim como em capítulos ou trechos de livros do mesmo autor (Plínio A. R. Tomaz) ou em outros materiais desenvolvidos especialmente para isso.

Importante: um facilitador não ensina (mesmo porque o GECE não é um curso, certo?), ele apenas coordena e facilita o andamento das reuniões e discussões em grupo. NENHUM MEMBRO DO GRUPO DEVE OCUPAR A POSIÇÃO OU FUNÇÃO DE "PROFESSOR" OU "SUPERIOR" AOS DEMAIS. O conceito GECE é exatamente ter claro de que todos somos iguais e devemos/podemos aprender e ensinar, isto, um deve contribuir com o outro.

Entende-se por “coordenar” o grupo:

  • Lembrar a todos com antecedência do dia e horário das reuniões;

  • Ajustar detalhes operacionais com o anfitrião do mês;

  • Distribuir material de apoio, quando for o caso;

  • Passar orientações e informações sobre o projeto, quando assim indicado a fazer;

  • Recolher perguntas do grupo e repassa-las à Tomaz;

  • Aplicar exercícios, testes etc, quando solicitado pela coordenação geral;

  • Providenciar água, café e bolachinhas (ou outro snack, a seu critério e em conformidade com o gosto dos membros daquele grupo);

  • Fazer cumprir as regras e regimento do projeto;

  • Cuidar para que cada reunião ocorra como previsto, com o tempo definido para cada pessoa falar, com a justa distribuição de oportunidades de fala, etc. fazendo com que os objetivos daquela reunião sejam alcançados e que todos possam se desenvolver;

  • Preencher folha de presença;

  • Preparar e enviar relatório de reunião.

Como contrapartida por esta atividade, o facilitador tem diversos benefícios exclusivos.

O que é um Anfitrião?

Vamos lembrar que as reuniões acontecem nas próprias clínicas dos participantes, em formato de rodízio, ou seja, uma semana na clínica do Dr. João, na outra semana na clínica da Dra. Maria e assim por diante, sempre alternando o anfitrião de cada encontro.

benchmarking e a abertura de mind set (modelo mental; forma de pensar) que este modelo de rodízio provoca é parte da metodologia e do processo de desenvolvimento da mentalidade de grupo e de abundância, conceitos-chave dentro do projeto GECE.

Anfitrião é, portanto, o membro do grupo que recebe os colegas em sua clínica para a reunião do mês. Será diferente em cada reunião, uma vez que estas acontecem em modo de rodízio, ou seja, alternância sequencial.

O anfitrião do mês deverá mostrar a sua clínica aos membros do grupo. Para tanto, recomendamos que o “tour” ocorra cerca de 30 minutos antes do horário agendado para a reunião propriamente dita.

Caso um membro do grupo não possua consultório/clínica ou não possua espaço suficiente em sua estrutura para receber o grupo, ou ainda tenha algum outro empecilho justificável para não poder receber o grupo em seu consultório/clínica, quando for sua vez no sistema de rodízio, este deverá providenciar OUTRO espaço para isso: salão do prédio, residência etc.

Quem pode participar do GECE?

Qualquer profissional da saúde que possua consultório ou clínica e que seja aprovado ao aplicar, demonstrando interesse.

Os participantes, como já dissemos, precisam estar comprometidos com o próprio desenvolvimento, em fazer/implantar as ações propostas e, principalmente, a ajudarem-se uns aos outros nesta caminhada. Esse é o espírito do projeto GECE.

Os grupos podem ser compostos só por dentistas, só por médicos, só por nutricionistas etc, ou também podem ser mistos, ou seja, multiprofissional, se assim desejarem, ou conforme disponibilidade local.

Há pessoas que se sentem mais confortáveis em participar de grupos mistos, outros preferem grupos mais homogêneos, ou seja, focadas numa única classe profissional. No entanto, sugerimos que os grupos mistos sejam preferidos, pois enriquecem muito as múltiplas visões sobre os temas em discussão.

ATENÇÃO: não queremos “ouvintes” nestes grupos, mas sim “fazedores”, pessoas comprometidas com a visão maior do projeto, com o movimento, com o seu grupo e, principalmente, consigo mesmas. Participantes que, insistentemente, não colocam em prática o que estão aprendendo, ou que em nada contribuem com os colegas poderão ser convidados a se retirar do grupo. Reforçamos a afirmação de que o GECE faz parte do MOVIMENTO Consultório-Empresa, que não é um curso, mas um grupo de apoio mútuo que discute temas dirigidos.  

Regras de funcionamento

Há regras de funcionamento para os grupos, como por exemplo, tempo de exposição para cada um falar, não poder interromper o colega enquanto fala, manter o sigilo das informações compartilhadas por outro colega do grupo etc.

Estas regras precisam ser sempre cumpridas para o bom andamento das reuniões. O não cumprimento poderá gerar a saída de um membro.

Inscrição/Aplicação:

  • Passo 1: o interessado em fazer parte de um GECE deverá preencher a ficha de aplicação informando: nome, cidade, estado, classe profissional, email e telefone de contato. Deve dizer também porquê gostaria de participar do GECE. 

  • Passo 2: uma vez aprovada a ficha de aplicação, você receberá um email com informações complementares e com o valor das mensalidades, forma de pagamento e contrato.

  • Passo 3: será verificado qual grupo poderá recebe-lo(a) como novo membro e você será direcionado ao líder/facilitador daquele grupo.

    • Caso não haja um grupo disponível em sua cidade/região, você poderá ser orientado a aguardar OU poderá ser convidado a iniciar um grupo. Neste caso, receberá orientações completas para isso e para ser o facilitador daquele novo grupo.

  • Passo 4: uma vez assinado o contrato e feito o pagamento, você receberá informações sobre a próxima reunião do grupo, bem como o material de apoio ao participante.

  • Passo 5: ao comparecer na primeira reunião do grupo já será considerado membro efetivo do GECE!

Confira como foram alguns encontros de grupos pelo Brasil

Formulário de interesse GECE
arrow&v
Tem interesse em ser facilitador e montar um grupo em sua cidade?
 

© 2020 por GRUPO TOMAZ.